Logo In Vet

Cetoatidose diabética

Considerada uma emergência endócrina, a Cetoacidose Diabética (CAD) é sem dúvida a complicação mais grave do paciente diabético, alcançando índices de mortalidade de até 40%.

Normalmente, o paciente que culmina com essa síndrome, apresenta sinais clássicos de poliúria, polidipsia, letargia, desidratação grave, anorexia, êmese, dor abdominal e hálito cetônico.

Seu diagnóstico é feito através da anamnese, achados do exame físico associados a exames complementares de sangue e urina que revelam hiperglicemia (normalmente >250mg/dL), cetonemia, glicosuria, acidemia ou acidose metabólica e alterações eletrolíticas (sendo a hipocalemia a mais marcante). 

O objetivo do tratamento consiste principalmente na reidratação do paciente, redução dos corpos cetônicos sanguíneos, controle glicêmico, correção da acidose metabólica e dos distúrbios eletrolíticos, além do suporte gastroentérico e controle da dor (nos casos de pancreatite). Para tal, a terapia intensiva se torna fundamental para esses pacientes.

Com bombas de infusão, monitores de glicemia e BHB, equipamento de gasometria e eletrólitos a beira leito, a Invet esta preparada para atender de forma ideal esses pacientes, agilizando seu diagnóstico e, principalmente, favorecendo sua recuperação.

Endereço: R. Coronel Irineu de Castro, 498 • Jd. Anália Franco • São Paulo • SP

Telefone: (11) 3876-3957 | (11) 99291- 1957 | Email: contato@invet.com.br

Desenvolvido por InterAGE